terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Sindicalistas rechaçam declarações de Mantega sobre o salário mínimo.

Em entrevista coletiva concedida na tarde desta terça-feira (4), em Brasília, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, sugeriu que a presidente Dilma Rousseff deve vetar qualquer alteração do valor proposto para o mínimo pelo governo (540 reais) na mensagem enviada ao Congresso Nacional. A fala do ministro não foi bem recebida nos meios sindicais e pode sinalizar o primeiro conflito entre o novo governo e as centrais.

CTB - Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, a CUT e a Força Sindical rechaçam as declarações de Mantega e defendem um aumento real do salário mínimo.

Um comentário:

Felipe Ericeira disse...

Fale Alan, segue abaixo meu link para que vc possa me dar uma força.

Obrigado Felipe

raizesdoananin.blogspot.com