sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

PCdoB de 500 mil membros demanda militância estruturada


Terminadas as eleições de 2010, os partidos já começam a planejar a disputa de 2012. Para o PCdoB, a preocupação também vale, mas o foco é casar o êxito eleitoral e o crescimento de suas fileiras com uma militância estável e estruturada desde a base, fator fundamental para fortalecer um partido ideológico. “O PCdoB é um partido transformador que precisa ter força militante”, defende Walter Sorrentino, secretário de Organização. Para ele, ter vida militante “é um problema político incontornável”.

Partido Vivo: Como foi 2010 para a Organização do PCdoB?
Walter Sorrentino: O balanço deste ano é bastante positivo dentro do que havíamos nos proposto a fazer. Procuramos manter o partido unido e bem articulado com o nosso projeto político para 2010, essencialmente eleitoral, e também ligado ao movimento social e à construção partidária. E o projeto organizativo acompanhou esse movimento. A principal vitória foi contribuir para assegurar o terceiro mandato popular na Presidência da República, que mantém abertos os caminhos estratégicos da nossa luta por um programa avançado para o Brasil, de caráter nacional, democrático e popular. O que ficou atrasado, em boa medida, foi a luta por uma nova vida militante mais organizada e estável desde a base. Isso foi difícil ao longo deste ano. Não se trata de uma luta meramente organizativa, mas de uma luta do partido, de toda direção nacional. Além disso, também faltou a implantação a contento de medidas integrais do Departamento de Quadros. Mas, o balanço é positivo e estamos adotando medidas que já estão em curso para o ano de 2011. Estamos muito animados.

Partido Vivo: Você falou sobre o Departamento de Quadros. Que avaliação faz da aplicação da política de quadros aprovada no 12º Congresso do PCdoB (2009)?
WS: O mais positivo é que a questão de quadros levou a um incremento da cultura política que vai se formando no PCdoB. Acho que o partido todo assimilou o significado da política de quadros. Acontece que isso envolve um conjunto de medidas a serem tomadas e que levam certo tempo para surtirem o efeito que queremos. Uma das metas era implantar o Departamento Nacional de Quadros – e acho que ele está bem estruturado. Outro ponto era lançar o Portal da Organização, um instrumento de ligação entre a direção nacional e a política de quadros com todo o partido. O portal é, de certo modo, um instrumento revolucionário na vida do partido porque pela primeira vez permite um contato direto da militância com a direção nacional e um debate direto da militância entre si com relação aos temas da construção partidária.

Também implantamos a Rede Quadros, na qual estamos fazendo um esforço de cadastrar os nossos quadros. E estamos ainda instituindo departamentos estaduais de quadros, que é a questão mais atrasada porque os comitês estaduais, neste ano, tiveram que arcar com as campanhas eleitorais, de maneira que o nacional caminha na frente e os estaduais vêm depois. É como a lei de do desenvolvimento desigual, de Lênin: o desenvolvimento do partido é combinado, mas é muito desigual. Em 2011, o centro de gravidade vai ser justamente a construção dos departamentos estaduais. Do ponto de vista nacional, o que mais atrasou foi a implantação dos estudos estratégicos, um boletim voltado para a formação estratégica dos quadros nacionais com base no Programa Socialista.

Partido Vivo: A direção nacional tem defendido a meta de que o PCdoB atinja 400 mil membros até 2012 e 500 mil até 2013, quando deve acontecer o 13º Congresso. Como conseguir chegar a este nível e garantir uma militância de fato ligada ao partido?
WS: Essa meta foi apreciada na reunião nacional da Organização e levada à Comissão Política com muito entusiasmo. De fato, consideramos que estão abertos os caminhos para termos um partido de 500 mil membros até 2013, mas claro, isso envolve uma série de fatores que não são apenas organizativos. Em primeiro lugar, é preciso se empenhar pelo êxito desse programa de aprofundamento do desenvolvimento brasileiro, participar da luta nacional, popular e democrática em nosso país e isso exige o êxito do governo de Dilma Rousseff. É uma luta política que deve envolver a sociedade, em particular os movimentos sociais; acho que é uma nova fase, não é mera continuidade. Os movimentos sociais precisarão se reposicionar para entender essa nova realidade – e o partido tem papel muito destacado nisso. Envolve também a necessidade de o partido se firmar mais para falar mais amplamente para toda a sociedade, em particular com os trabalhadores, as mulheres e a juventude. Isso envolve a luta de ideias e neste sentido ganha importância a distribuição de um milhão de exemplares do Programa Socialista e, sobretudo, a necessidade de apresentarmos uma perspectiva para a sociedade.

Partido Vivo: E já está em curso a preparação do projeto de 2012...
WS: Sim, estamos preparando desde já um projeto generoso, amplo, que nos permita abrir as portas do partido para novas lideranças e disputar importantes prefeituras. O planejamento ainda está sendo feito, mas acho que devemos priorizar um conjunto de capitais e cidades médias e grandes, totalizando cerca de 300 municípios. Em função de todas essas questões, entra a parte organizativa, um suporte para esse projeto. O problema de um partido para 500 mil membros ou mais é a gente assegurar vida militante, vida associativa dos militantes entre si. Este é o problema essencial porque não somos um mero ajuntamento como o são muitos partidos no Brasil, com correligionários, filiados cartoriais etc. O PCdoB é um partido transformador, revolucionário, que precisa ter força militante e isso exige, essencialmente, a associação dos militantes entre si para que eles atuem na sociedade, se liguem ao povo e representem as ideias do partido. Então, o rumo de um partido de 500 mil membros, do ponto de vista organizativo, é ter mais vida militante desde a base, com uma base estruturada, estável, mais perene. Agora, o caminho para esse rumo é fortalecer as direções intermediárias, sobretudo nos grandes municípios onde vamos disputar as eleições de 2012.

Partido Vivo: E o que deverá ser feito para melhorar a vida militante?
WS: Muitas medidas precisam ser tomadas. Temos que renovar o Curso Básico em Vídeo porque a base precisa se familiarizar com as ideias do Programa Socialista. Devemos, também, intensificar a implantação do Departamento de Quadros para lidar com os quadros intermediários porque o centro de gravidade agora é implantar os departamentos estaduais de quadros a fim de garantir a governança do partido. Em terceiro lugar, pretendemos tomar uma medida inovadora: fazer um encontro com comunistas dos 300 maiores municípios do país onde o partido está implantado visando o projeto eleitoral e social de 2012 e discutir tudo isso diretamente com eles. É inovador porque a direção nacional irá direto à fonte.

Minha ideia é transformar a questão do crescimento do partido e fortalecimento da vida militante de base num problema essencialmente político; claro que é também uma questão ideológica, de convicções e concepções, a consciência do que significa um partido comunista, revolucionário, transformador. Mas além desta dimensão, minha preocupação é mostrar o seguinte: um partido com 500 mil membros e vida militante desde a base é um fator da realidade política, da correlação de força política. É inviável, por exemplo, imaginar que se pode disputar a prefeitura de Porto Alegre sem militância forte. Então, se diz que é preciso reunir condições políticas, ter aliados, força de apoio e condições materiais para a sustentação da candidatura. Mas, porque não se diz que é preciso reunir condições de força militante? Um partido que poderá será hegemônico na condução da batalha por ter um candidato a prefeito com chance de vitória precisa dessa base, se não, vai ser um gigante com pés de barro. Ainda estamos muito longe dessa compreensão. Fazer um encontro nacional desse tipo servirá exatamente para mostrar que ter vida militante desde a base é um problema político incontornável. Se o discurso de vida militante de base for meramente organizativo, não vamos ganhar essa batalha. E repito: este é o nosso objetivo, nosso rumo; o caminho é fortalecer as direções intermediárias. E como secretário nacional, tenho sustentado perante os secretários de todo país que eles devem ser mais críticos e autocríticos com relação à realidade do partido. Mas, tenho muitas perspectivas e acho que, mais uma vez, em termos de orientação, o partido está bem servido. O que temos é que travar uma luta prática, concreta, para fazer o partido compreender isso e se estruturar.

Partido Vivo: As convicções ideológicas têm peso nisso...
WS: Tenho ido para outros países e percebo que este mesmo debate está acontecendo. É um tempo em que a perspectiva ideológica está esmaecida e isso rebate nas convicções militantes. A forma partido hoje é muito imperfeita para refletir os anseios e as preocupações da sociedade e ainda há uma desmoralização muito grande da política; tudo isso rebate no espírito militante. Organizar um partido com as características de um partido comunista é muito difícil. Acho que no caso do Brasil, há certa façanha: conseguimos organizar um partido comunista que está se afirmando e crescendo com independência numa realidade em que existe o PT, um dos maiores partidos do mundo; e nem por isso o PCdoB deixa de crescer. O PCdoB é um partido de militância porque a luta pelo socialismo envolve militância, convicção, projeto político, disciplina, organização, estruturação, sem isso, não vamos adiante. Acho que este rumo político, ideológico e organizativo vai ter que persistir por muitos anos, com ajustes que venham a ser necessários, para produzir efeito e este efeito é ser um partido grande e influente. Se não tivermos pelo menos um milhão de membros, que corresponde a 0,5% do eleitorado, não será possível lutarmos por um programa avançado como o nosso. E para termos um milhão de membros, é preciso persistir por muitos anos. E formar a militância é o jeito de formar os quadros; e por meio de uma política de quadros, governamos o partido. O PCdoB é conduzido por gente que tem um grande espírito militante, gente que lutou nos anos 60,70 e que deu a vida pelo partido. Eu pergunto: daqui a 20 anos, a geração dirigente do partido vai vir de que experiência se não houver vida militante hoje? Por isso, temos que colocar a usina para funcionar; esta é uma batalha importante para o nosso futuro.

De São Paulo,
Priscila Lobregatte
(site do PCdoB)

Lula decide não extraditar o italiano Cesare Battisti e reage à crítica da Itália


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou nesta sexta-feira (31), em nota, que decidiu não extraditar o ex-militante italiano Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália pelo assassinato de quatro pessoas na década de 1970, quando participava de um grupo armado.

A nota foi lida por Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores de Lula.
A decisão foi baseada em parecer da Advocacia-Geral da União (AGU), feito com base nos termos da Constituição brasileira, nas convenções internacionais sobre direitos humanos e do tratado de extradição entre o Brasil e a Itália.

Agora, caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF) expedir alvará de soltura do ex-ativista. É um ato formal de execução da decisão do presidente da República. (UOL Notícias)

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Uma falsa polêmica - sobre a candidatura de Aldo Rebelo à presidente da Câmara

Nestes últimos dias, a imprensa tem se dedicado a tentar colocar o debate sobre a presidência da Câmara dentro de problemas ou divergências que não existem.

É importante destacar que ainda não colocamos o nome do nosso camarada Aldo Rebelo como candidato, mas toda a sua movimentação se baseia numa discussão interna do PCdoB, não se tratam de atitudes individuais.

Nós achamos que o processo de escolha do presidente da Câmara deve ser democrático, ouvindo todas as forças e envolvendo todos os partidos, indo muito além do rodízio fechado entre alguns partidos.

Por fim, é importante também esclarecer que o PCdoB jamais irá apoiar uma candidatura contra o governo. (Renato Rabelo - presidente nacional do PCdoB)

Lula assina MP que eleva salário mínimo para R$540,00

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou hoje medida provisória que garante o aumento do salário mínimo, de R$ 510 para R$ 540, a partir de 1º de janeiro de 2011.

Ao dar a informação, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o aumento de R$ 30 do mínimo "é o primeiro dado positivo para o controle fiscal que pretendemos fazer" no governo Dilma Rousseff. Com o valor de R$ 540 "não teremos pressão tão grande sobre a previdência social", afirmou.

Ele comentou que o novo mínimo também vai ajudar a manter a inflação sob controle. "Em 2010, tivemos uma pressão forte, no início e no fim do ano, de aumento nos alimentos. Se tirarmos o grupo alimentício, teremos o IPCA deste ano abaixo de 5%", disse. "Para 2011, a inflação estará controlada", continuou Mantega, lembrando que o governo já tomou algumas medidas nessa direção, como as medidas de restrição ao crédito.

Nos seus oito anos de mandato, Lula cumpriu a promessa de realizar um aumento real do salário mínimo. Mantega justificou que o valor para 2011 não terá ganho real em função do PIB negativo de 2009 e destacou que, para 2012, já está garantido que o salário mínimo "terá um bom aumento real, de 7,5% ou 7,7%, correspondente ao PIB deste ano".(UOL notícias)

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Equipe de Jatene

• Zenaldo Coutinho – chefe da Casa Civil
• Nilson Pinto – SEDUC
• Hélio Franco – Saúde
• Alex Fiúza de Mello – Sedect
• Paulo Chaves – Secr. Cultura
• José Tostes Neto – Secr. Fazenda
• Francisco de Chagas Melo – Secr. Transporte
• Asdrubal Bentes- Secretaria de Pesca
• Teresa Cativo - Sema
• Antonio Jose Guimaraes - Secretário de Integracao Regional
• Hildegardo Nunes - Secretário de Agricultura
• Sidney Rosa – Secr. Projetos Estratégicos
• Maria do Carmo Lobato - Fundacão Santa Casa
• Ana Lydia Cabeca - Hospital de Clinicas
• Jose Alberto Colares - Ideflor
• Sergio Duboc - Detran
• Kleber Miranda - Iasep
• Orlando Gouveia - CPC Renato Chaves
• Cleide Amorim - Presidente da Emater
• Luiz Fernandes Rocha - Segurança Pública
• Caio Trindade – Procuradoria-Geral do Estado
• Kleber Miranda – IASEP
• Orlando Gouveia – CPC Renato Chaves
• Antonio José Guimarães – Integração Regional
• Cleide Amorim – Emater
• Nilson Chaves – Centur
• Paulo Campos de Melo – Carlos Gomes
• Sérgio Bacury – SEPOF
• Graça Jacob – Ophir Loyola
• Luiziel Guedes – IMEP
• Sahid Xerfan – SEEL
• Mario Moreira – ADEPARÁ
• Adenauer Goes – PARATUR
• Ana Célia de Oliveira – FUNCAP
• Sebastião Lira dos Santos – LACEN
• Newton Atayde – Delegacia Geral
• Mario Solano – comandante Geral da Policia Militar
• Fernando Noura – Casa Militar
• Francisco Mota Bernardes - SUSIPE

Estão cotados: Tião Miranda - SEOP
Ney Messias – SECOM
José Duarte – SETER
Haroldo Bezerra ou Cicerino Cabral - COHAB

69,2% dos brasileiros têm expectativa positiva para governo Dilma, diz CNT/Sensus


Levantamento da Confederação Nacional do Transporte (CNT) e do Instituto Sensus, divulgado nesta quarta-feira (29), mostra que quase 70% dos brasileiros estão otimistas com relação ao governo da presidente eleita Dilma Rousseff, que toma posse no próximo sábado (1º de janeiro).

De acordo com a pesquisa, 27,7% acham que a presidente fará um "ótimo" governo e 41,5% esperam um "bom" mandato.
Ainda segundo o levantamento, 17,6% acham que a sucessora do presidente Luiz Inácio Lula da Silva fará um governo "regular", 3,7% responderam "ruim"; e 2,7%, "péssimo".

Para 65% dos entrevistados, o governo Dilma será a continuidade do governo Lula; 26% discordam da possibilidade de ela levar adiante o trabalho do antecessor e 8,5% avaliam que haverá continuidade "em parte" e 3,6% não sabem ou não responderam.

A 110ª edição da pesquisa CNT/Sensus entrevistou duas mil pessoas, em 136 municípios de 24 Estados, entre os dias 23 e 27 de dezembro de 2010. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%.

A expectativa dos brasileiros em relação ao governo Dilma é parecida com a que os eleitores tinham em novembro de 2002, a dois meses da posse de Lula, que ocorreu em 2003. Segundo a pesquisa CNT/Sensus da época, 71% dos brasileiros tinham uma avaliação positiva do então presidente eleito. Como a margem de erro da pesquisa de 2002 era de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, a avaliação positiva é próxima da obtida por Dilma, de 69,2%

Lula foi o maior presidente da história do Brasil, diz Roberto Setubal

Em setembro de 2002, durante a tradicional reunião anual do FMI, o banqueiro Roberto Setubal, presidente do Itaú, surpreendeu a toda a plateia, formada pelos maiores financistas do mundo, quando disse que Lula não só iria ganhar a eleição, como não seria nenhum problema para o Brasil.

Essas foram as palavras de Setubal: “Não tenho dúvida que o Lula será o próximo presidente do Brasil. Esta não é uma eleição populista. Ele está sendo eleito porque está fazendo uma boa campanha. Ele é honesto e fala ao coração do povo.”
Hoje, oito anos depois, ao encerrar o segundo mandato, Setubal diz ao iG que Lula superou as próprias expectativas, que já eram bastante otimistas em relação ao seu governo.

“O mercado estava exagerando nas incertezas. O que eu disse é que o Lula era um cara centrado, pragmático e não ideológico, como as pessoas diziam. Depois, o Lula já tinha escrito a Carta aos Brasileiros e tudo o que ele queria era o bem do país.”
Setubal diz que Lula foi muito além do que ele imaginava.

“Lula foi o maior presidente da história do País”, diz Setubal.

Segundo o banqueiro, a grande diferença entre Lula e Getúlio Vargas, tido até então como o maior presidente da história, é a de que Lula foi eleito democraticamente, o que, para Setubal, faz uma enorme diferença.

“A sensibilidade de Lula para entender os problemas do Brasil é impressionante. Ele entende o Brasil como ninguém.”

A grande conquista de Lula, na opinião de Setubal, foi a melhor distribuição de renda do país.

Setubal se diz otimista com o governo Dilma Rousseff.
“As perspectivas são muito positivas, há claramente na política econômica um sinal de continuidade, e isso é muito bom”, afirma. “O Brasil terá anos muitos bons pela frente.”

Para Setubal, a palavra chave do próximo governo será infraestrutura. A seu ver, essa será a prioridade do novo governo. O país tem problemas nessa área e precisa de investir maciçamente em infraestrutura.

Água para o mundo - Rio Amazonas


As águas da Amazônia podem ser comercializadas em escala internacional a exemplo do que acontece com o barril de petróleo. Quanto custaria o barril de água? Esta é uma pergunta que os cientistas, especialmente os especialistas em água, como os hidrólogos, se fazem.

Com 20% das águas correntes do planeta, das quais 14% em solo brasileiro, a Amazônia continental pode ser considerada muito mais rica do que os poços de petróleo do Oriente Médio, palco de guerras em decorrência do seu “ouro negro”.

Foi com o intuito de valorizar cientificamente, socialmente, ambientalmente, politicamente e economicamente o potencial hídrico da região, que um grupo de trabalho formado por dez especialistas – Marco Antonio de Oliveira (CPRM), Naziano Filizola (Ufam), Emílio Soares (Ufam), Júlio Tota (UEA), Ingo Wahnfried (USP), Jaci Saraiva (Sipam), Eurides de Oliveira (ANA), Oswaldo Calisto Acosta (Aneel), Andrea Bartorelli (geólogo) e Ennio Candotti (Físico-Museu da Amazônia/Musa) – desenvolveram um estudo conjunto sobre o estado da água de superfície, subterrânea e aérea da região.

O dossiê foi entregue ontem ao secretário geral do Ministério de Ciência e Tecnologia, Luiz Antônio Elias, em Brasília, em reunião que contou com a presença do presidente do Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Marco Antônio Raupp, e do professor Ennio Candotti, na Esplanada dos Ministérios, no Distrito Federal.

Entre as sugestões contidas no documento para as autoridades brasileiras observa-se “a criação do crédito de água para um serviço ambiental semelhante ao do crédito de carbono a ser utilizado no incentivo da conservação dos mananciais, das águas superficiais e subterrâneas. Estes créditos poderiam financiar comunidades propiciando a conservação – evitando e inibindo fontes contaminantes, bem como contribuir para a realização de estudos e ações.

Sempre com o objetivo de compreender e preservar os ciclos hidrológicos na Amazônia e no planeta, e os biomas que dependem dele e interagem com ele. Caminhos para a determinação de um valor de mercado do barril de água deverão ser estudados para consolidar este item-conceito”.(Ambiente Brasil)

Comunistas russos celebram nascimento de Stalin com 4.000 cravos vermelhos



Um grupo de comunistas russos depositou nesta terça-feira mais de quatro mil cravos vermelhos no túmulo de Joseph Stalin em Moscou, junto à muralha do Kremlin, celebrando o 131º aniversário de nascimento do ditador soviético.

Para esta ação chamada "Cravos para o camarada Stalin", os militantes recolheram 80.000 rublos (2.600 dólares), segundo um dos organizadores, Igor Sergueev, citado pela agência Interfax.

O chefe do Partido Comunista russo, Guennadi Ziuganov, pediu ao Kremlin para que desista da "desestalinização" da Rússia, diante das evidênciad do presidente Dimitri Medvedev de querer lutar contra o culto persistente ao ex-ditador.

Medvedev anunciu em novembro que lançará uma campanha de "desestalinização" da Rússia, recordando aos russos os crimes cometidos por Stalin.

Os comunistas de São Petersburgo, por sua vez, pediram às autoridades russas que trasladem os restos de Stalin para o Mausoléu da Praça Vermelaha, onde o ditador ficaria ao lado do fundador da URSS, Vladimir Lênin.

Copyright © 2010 AFP.

Site da Bienal da UNE está no ar com tudo sobre o evento no Rio


“Brasil no estandarte, o samba é meu combate” é o tema principal da 7ª Bienal da UNE, que acontece de 18 a 23 de janeiro, no Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira (28) foi lançado o site do evento, considerado o maior festival estudantil da América Latina. Além de conter todas informações sobre o evento, sua história e edições anteriores, o site permite inscrições de participantes, credenciamento de imprensa e de voluntários.

O site da Bienal da UNE também permite que jovens de todo o país façam a sua inscrição no evento.
Nesta 7ª edição, a UNE privilegia o tema "samba" como elemento icônico da brasilidade, buscando, para além da sua história musical, entender como se apresenta nas dimensões sociais, críticas e estéticas da nação.

O endereço do evento na internet reúne todas as informações da edição 2011 no Rio de Janeiro como atrações confirmadas, programação, dicas para os participantes, informações sobre os locais do evento, mapas e outras ferramentas de interação.

O site da Bienal da UNE também permite que jovens de todo o país façam a sua inscrição no evento. Basta clicar no link específico, gerar um boleto bancário e efetuar o pagamento. O comprovante deverá ser apresentado no dia de credenciamento, no Rio de Janeiro. (procurar no site da UNE)

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Em PE, Lula diz que Dilma "vai fazer mais" e que Brasil será 5ª economia do mundo em 2016


Em sua última visita oficial a Pernambuco, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou nesta terça-feira (28), em Ipojuca, a nova equipe do governo, que toma posse no sábado (1°) e afirmou que a presidente eleita, Dilma Rousseff, "vai fazer mais" do que foi realizado em seu governo.

O presidente participou da cerimônia de lançamento da pedra fundamental da fábrica da Fiat, no complexo industrial portuário de Suape. A solenidade contou com a participação do presidente mundial da montadora, Sergio Marchionne, do governador do Estado, Eduardo Campos (PSB), e de ministros, empresários, políticos e autoridades.

“A companheira Dilma vai fazer um extraordinário governo. Ela não vai apenas dar sequência, vai fazer mais. O carro já está andando a 120 km/h, e ela pode aumentar para 130, ela pode reduzir 119 na curva. Só não pode deixar sair da pista”, disse.

Para Lula, o crescimento econômico do país o fará ser a quinta economia do mundo em 2016. “Quando a gente olha o mundo hoje, digo, sem medo de errar, que o Brasil será a 5ª economia do mundo até as Olimpíadas [de 2016, no Rio]. Das hidroelétricas do mundo, as três maiores estão no país; nenhum país está fazendo cinco refinarias, como estamos fazendo hoje; não tem nenhuma empresa de petróleo no mundo que invista o que a nossa Petrobras está investindo”, afirmou.

Segundo Lula, a chegada ao “G5” pode ocorrer ainda antes, devido às escolhas de Dilma. “Conheço os ministros, a equipe econômica, a presidente Dilma. Eu estou falando em 2016, mas no que depender da vontade deles, podemos chegar ainda antes”, afirmou.

Ranking das maiores economias do mundo segundo “The Economist” em 2011:

EUA – PIB – US$14,996 trilhões
Crescimento do PIB – 1,5%
PIB per capita – US$48.010

CHINA - PIB – US$6,460 trilhões
Crescimento do PIB – 8,4%
PIB per capita – US$4.800

JAPÃO - PIB – US$5,621 trilhões
Crescimento do PIB – 1,34%
PIB per capita – US$44.440

ALEMANHA - PIB – US$3,127 trilhões
Crescimento do PIB – 1,1%
PIB per capita – US$37.680

FRANÇA - PIB – US$2,490 trilhões
Crescimento do PIB – 1,1%
PIB per capita – US$39.370

REINO-UNIDO - PIB – US$2,403 trilhões
Crescimento do PIB – 1,3%
PIB per capita – US$38.360

BRASIL - PIB – US$2,052 trilhões
Crescimento do PIB – 4,5%
PIB per capita – US$10.530

ITÁLIA - PIB – US$1,888 trilhões
Crescimento do PIB – 0,6%
PIB per capita – US$31.320

ÍNDIA - PIB – US$1,832 trilhões
Crescimento do PIB – 8,2%
PIB per capita – US$1.520

RÚSSIA - PIB – US$1,737 trilhões
Crescimento do PIB – 4,0%
PIB per capita – US$12.280

CANADÁ - PIB – US$1,616 trilhões
Crescimento do PIB – 2,1%
PIB per capita – US$47.070

ESPANHA - PIB – US$1,337 trilhões
Crescimento do PIB – 0,6%
PIB per capita – US$28.990

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Lula diz que Dilma será sua candidata à Presidência em 2014

No último café da manhã com jornalistas durante sua gestão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou nesta segunda-feira (27) que não pretende candidatar-se à Presidência da República em 2014 por considerar "justo" que a presidenta eleita Dilma Rousseff tente a reeleição. Para Lula, Dilma terá menos dificuldades do que ele ao assumir o governo por conhecer os “atores” e a administração pública.

“A Dilma será minha candidata em 2014. Só existe uma possibilidade de ela não ser minha candidata: ela não querer. Para mim, é líquido e certo que ela será candidata”, afirmou o presidente. De acordo com Lula, é “justo” que aquele que faz “um bom governo” tente a reeleição.

Bem-humorado e descontraído no café da manhã com setoristas da Presidência da República, Lula posou para fotos ao lado de repórteres, fotógrafos e cinegrafistas. O presidente brincou e fez piadas. Participaram do encontro, no Palácio do Planalto, o ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, o secretário de Imprensa, Nelson Breve, o assessor internacional Carlos Villanova, entre outros assessores

Em meio à insistência sobre as expectativas para as eleições de 2014, o presidente foi enfático: "É muito cedo para discutir 2014". Para Lula, é fundamental analisar o momento político atual e fez uma série de elogios às escolhas de Dilma.

"Estou confiante que Dilma montou um governo capaz. Para ela, não tem novidades. Ela (Dilma Rousseff) conhece o projeto (de governo) os atores, os governadores e alguns ministros. Ela vai ter uma vida mais facilitada do que tive em 2003, quando tudo era novidade. Ela tem uma vantagem extraordinária para ter sucesso", disse ele. (Por: Yara Aquino e Ivan Richard )

Governo admite que fronteiras do País estão vulneráveis

A poucos dias do fim do mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governo concluiu o estudo sobre os problemas encontrados na faixa de fronteira do País. Em 140 páginas, o trabalho constata a conhecida vulnerabilidade das extensas áreas (15,7 mil quilômetros) ao contrabando e ao tráfico e exibe a carência de políticas públicas específicas para essas localidades.

O relatório foi preparado pelo Grupo de Trabalho Interfederativo de Integração Fronteiriça e entregue ao presidente neste mês. Teve coordenação do Ministério da Integração Nacional e propõe 34 medidas para tentar reagir aos problemas encontrados. As propostas incluem desde os óbvios pedidos de reforço de efetivo policial e de capacitação de agentes, fiscais e outros profissionais para atuar em ações específicas até a criação de gratificações especiais para incentivar profissionais a se interessarem pelo trabalho nessas regiões.

Foi considerado prioritário o aumento de infraestrutura de transporte rodoviário, ferroviário, hidroviário e aéreo na faixa de fronteira, especialmente nas isoladas áreas da Região Norte do Brasil. Além disso, outra prioridade defendida é a de implementar a infraestrutura hospitalar - quase sempre mínima ou inexistente nesses locais. O grupo de trabalho ainda sugere a legalização do processo de contratação de médicos e de outros profissionais de países vizinhos, mas apenas para operação nesses locais, e a criação de escolas bilíngues.

Armas e drogas

Os problemas nos cuidados da enorme extensão da faixa de fronteira brasileira se refletem em situações cotidianas, como a entrada ilegal de armas e drogas que chegam aos grandes centros urbanos. A faixa abrange 588 cidades, espalhadas por 11 Estados, envolvendo cerca de 10 milhões de habitantes. Uma característica especial desse vasto território é a presença das chamadas cidades-gêmeas. Na prática, são cidades vizinhas, separadas apenas pela fronteira entre os países. Em alguns casos, isso se resume ao simples gesto de atravessar uma rua.

O estudo do governo mostra que, se as cidades-gêmeas podem ajudar na desejada integração da faixa de fronteira, representam também um caminho de acesso ao Brasil para o tráfico e para o contrabando. "Estas também servem de porta de entrada de produtos ilícitos de diversas naturezas e de saída de recursos naturais e minerais, explorados sem controle e ilegalmente, gerando danos ao meio ambiente", cita o documento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Energia renovável e soberania

Há décadas, o professor Bautista Vidal (foto), organizador do Pró-alcool, alerta para a necessidade de criação de um instrumento de proteção ao enorme potencial de energia da biomassa que o Brasil dispõe. Defende um Empresa Pública de Energia Renovável, também defendida por vários pensadores e lutadores sociais progressistas, como maneira eficaz de bloquear a desnacionalização brutal em curso.

Nada como o tempo: nos últimos anos verificou-se enorme desnacionalização do setor de etanol no Brasil, culminando, recentemente, com a compra da maior de todas as usinas brasileiras, a Cosan, pela Shell, uma das “sete irmãs”.

Revela-se, pelos fatos, que todo o discurso de países imperiais nos fóruns internacionais contra o etanol, discurso repetido pelas academias e pelas ONGs regiamente pagas por governos, não foi capaz de esconder o interesse prioritário que os maiores consumidores de petróleo nutrem pelo controle da energia da biomassa. Na realidade, o discurso anti-etanol lhes interessa somente enquanto o controle desta nova fonte produtiva não estiver totalmente sob as mãos do capital estrangeiro.

Recentemente, a Petrobrás assumiu uma linha de compra de empresas de etanol para barrar a desnacionalização, visando tornar-se líder no ramo. É uma tentativa de correr atrás do tempo perdido pois, estipula-se, cerca de 40 por cento do etanol já foi desnacionalizado.

O governo Lula, dando razão às advertências nacionalistas de Vidal, buscou implementar mecanismos de contenção à desnacionalização fundiária, ainda longe da necessidade, e constituiu uma empresa estatal no setor, a Petrobrás Biocombustíveis, opção correta, muito embora sua ação ainda esteja dependente da soja, controlada por um cartel de multinacionais no Brasil.

Mas, é um caminho no qual se deve avançar sem medo, pois há imenso apoio popular.Aliás, na linha da re-nacionalização do petróleo em marcha, Dilma já declarou que o Brasil seguirá avançando em seu potencial petroquímico, adicionando o imenso potencial álcool-químico como um campo de desenvolvimento para a produção de combustíveis mas também de derivados como o plástico verde, biodegrável.

O que espanta é que diante deste potencial de geração de renda e emprego, de soberania energética, sobretudo para a agricultura familiar, descentralizando o desenvolvimento, uma parte da esquerda e dos movimentos sociais esteja em silêncio, fora do debate. Ou limitam-se ao antietanolismo. Será que Darcy Ribeiro tem razão quando disse “falta nacionalismo na nossa esquerda”? Gandhi, na luta contra o colonialismo inglês, teve que levantar a bandeira da nacionalização do sal. (Beto Almeida- Portal Patria-Latina)

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Jovens têm pouco conhecimento sobre pílula do dia seguinte, aponta estudo

Uma pesquisa publicada na revista "Cadernos de Saúde Pública", da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), apontou que apenas 19% dos jovens entrevistados para o estudo sabiam para quais situações a anticoncepção de emergência é indicada.

Além disso, 35% deles consideravam o método abortivo e 81% achavam que ele traz riscos à saúde.

Os resultados também indicam que menos da metade dos estudantes (40,7%) sabia que a anticoncepção de emergência deveria ser usada até 72 horas da relação sexual desprotegida e cerca de 48% dos entrevistados achavam que a mulher tinha de 24 a 48 horas para usá-la.
A possível razão para isso, segundo os pesquisadores, é o nome popular pelo qual o método é conhecido --pílula do dia seguinte. Isso pode levar a adolescente a achar que a proteção só vale até 24 horas depois da relação.

O estudo foi feito por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo, da Universidade Federal de Santa Catarina, da Universidade Federal de Goiás e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Eles consultaram 588 estudantes de medicina, enfermagem, nutrição e educação física nas próprias instituições.

Segundo os pesquisadores, alguns profissionais de saúde são contra o método porque ele pode promover comportamento sexual irresponsável. No entanto, o trabalho aponta que a média de vezes que as meninas utilizaram a concepção de emergência ficou próxima de duas.

Apesar de estar incluída nas normas de planejamento familiar do Ministério da Saúde desde 1996, a anticoncepção de emergência é pouco utilizada no país. O pouco aproveitamento do método se deve à falta de informações sobre ele e a ideias erradas sobre seu uso.

Morre ex-governador de SP Orestes Quércia

A morte do ex-governador de São Paulo Orestes Quércia, nesta sexta-feira (24), aos 72 anos.

Quércia estava internado para tratar um câncer de próstata - recidiva de um tumor que ele já combateu há mais de dez anos. A informação da morte foi confirmada pelo hospital Sírio Libanês, onde ele estava internado.

Luiz Inácio Lula da SilvaEm nota de pesar publicada no site da Presidência, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou o peemedebista.
“Recebo a notícia da morte do ex-governador de São Paulo, Orestes Quércia, com pesar. Nem sempre estivemos do mesmo lado na política, mas Quércia sempre foi da ala dos desenvolvimentistas, que pensam o país para além de seu tempo. Sua eleição para o Senado em 1974 foi um marco na luta pelo restabelecimento da democracia. Nesse momento triste, presto minha solidariedade a sua família, seus amigos e correligionários.”

Cartões de Natal da antiga União Soviética

Note-se o foguete, o orgulho das expedições espaciais! URSS data desconhecida.

Por lá o trenó de Papai Noel em geral é puxado por três cavalos. URSS, sem data.

—-

—-

Papai Noel com um samovar nas mãos. URSS, sem data.

—–

—–

Com helicóptero ao fundo, Papai Noel chega de trem. URSS, antes de 1990.

—-

—-

Aqui a árvore de Natal vem dentro de uma boneca Babuska! Antiga URSS.

—-

—-

Aqui todos dançam na Praça do Kremlim, antiga União Soviética.

Fonte: peregrinacultural.wordpress.com


Da equipe do Blog:

No ano de 2010 consolidamos este espaço, como um fórum de divulgação das ideias do PCdoB. Muito obrigado à todos que acreditaram na ideia.

Valeu Neco, Mário Hesketh que tiram parte do seu tempo para atualizar o nosso Blog, e a todos que nos visitam diariamente.

Conseguimos ter mais de 7 mil acessos no mês setembro, eram pessoas que queriam ouvir as propostas de nossos candidatos e de nosso partido.

VALEUUUUUUU !!!!!


Alan Pereira - Sec. Municipal de Comunicação.

O Natal russo

A Preparação

Natal é a maior festa, depois da Páscoa, porque celebra o mistério fundamental da fé, a Encarnação do Verbo de Deus. Como na Páscoa, a preparação é de 40 dias de oração e jejum, a Quaresma do Natal, ou Quaresma de São Felipe, porque começa em 14 de novembro, festa do apóstolo Felipe. Na quaresma preparatória, a Igreja celebra, principalmente em dezembro, os profetas do Antigo Testamento que anunciaram o Messias.

No domingo entre 11 e 17 de dezembro, são recordados, de modo especial, os santos patriarcas que aguardavam a vinda do Salvador. No domingo entre 18 e 24 de dezembro, são comemorados os antepassados de Jesus, mencionados nos Evangelhos. Ao se aproximar a festa, a liturgia envolve as pessoas na atmosfera de expectativa do enternecedor mistério de Deus, que vem habitar entre nós.

A grande vigília

A partir de 20 de dezembro, a preparação torna-se mais intensa, com uma vigília de 5 dias. Na véspera do Natal, chamada “sotchélnik”, intensifica-se o jejum, que dura o dia inteiro até nascer a primeira estrela no céu.

Três grandes cerimônias são celebradas: a primeira é o Ofício das Horas Imperiais, assim chamadas, porque eram celebradas com a presença do Imperador e da corte imperial e também por causa do esplendor de que a cerimônia se reveste.

O Ofício é celebrado no centro da igreja, com o Evangelho exposto em lugar de destaque e com as portas da iconostase abertas, porque o Salvador não está mais oculto, como outrora na gruta, mas raiou como sol resplandecente para todas as nações. As leituras bíblicas do Ofício introduzem as pessoas no clima de Natal e são intercaladas com poemas litúrgicos de rara beleza. A segunda cerimônia é o Ofício de Vésperas Solenes unidas com a longa Liturgia de São Basílio.


Celebração do Moleben

A terceira cerimônia é a Grande Vigília noturna, que consta das Completas Festivas com a cerimônia da Litiá (bênção dos pães) e o tradicional cântico Deus está conosco e, logo a seguir, o Ofício das Matinas com o cântico do tropário e konákion, que as pessoas conhecem de cor, na melodia tradicional, que se repete inúmeras vezes durante todo o período de Natal, até a próxima grandiosa festa da Epifania (Bogoiavlênie), com a bênção das águas. Nas Matinas, uma parte proeminente é o cântico do Cânon, longo poema litúrgico de nove odes, referentes aos cânticos do Antigo Testamento, mais o Magnificat (9ª ode). No Natal existem dois cânones, o do santo poeta Cosme de Maium e o do outro santo poeta João Damasceno.

O dia de Natal:
Cristo nasceu: glorificai-o!

Na Manhã de Natal, a Liturgia (a Missa) é celebrada com uma solenidade só igualada à da Páscoa. No final da Liturgia, celebra-se o Moleben ou Ofício com o cântico Deus está conosco, que, nas igrejas russas, é o ofício de ação de graças pela libertação da Rússia da invasão napoleônica em 1812.

O tema do Natal

A teologia do Natal faz a comparação entre o primeiro Adão, da queda e do pecado, com o Segundo Adão, Jesus, da regeneração e da graça. O Natal estabelece o paralelo entre o causador da morte e o restaurador da vida. A festa teria sido introduzida em Constantinopla pelo imperador Arcádio (377), vinda da Igreja de Roma, onde tinha substituído a festa pagã do Sol invicto e se tornou popular, graças à eloqüência de São João Crisóstomo, e à poesia de Santo Efrém, o Sírio.

São João Crisóstomo proclama:

“Hoje é a festa da alegria geral, porque nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor (Lc 2:10-11). Alegram-se hoje os céus e a terra; alegra-se toda criatura, porque o Salvador nasceu em Belém, porque cessou toda a maldade e Cristo reina para sempre... Aquele por quem os antepassados tanto suspiravam, e que os profetas prenunciavam e os santos desejavam ver, hoje se manifestou. Deus apareceu na terra, na carne, e veio habitar entre os homens”.

O santo poeta Efrém, o Sírio, diz em uma palestra sobre o mistério do Natal:

“Hoje raiou o dia da bondade: que ninguém se vingue do seu próximo por ofensas recebidas; chegou o dia da alegria: que ninguém seja culpado de tristeza e ofensa ao seu próximo.

Este é um dia de céu claro e sem nuvens: que seja refreada toda a ira que atormenta a paz e a tranqüilidade... Este é o dia em que o Senhor de toda a riqueza tornou-se pobre por amor de nós”.

As tradições Natalinas

O Natal é festejado em 7 de janeiro, porque o calendário juliano, seguido pela Igreja russa, distanciava-se, no século 20, 13 dias do calendário gregoriano, adotado no Ocidente. Cada século, o calendário juliano aumenta um dia. Assim, no século 21, o Natal deveria a rigor ocorrer em 8 de janeiro, mas continua sendo celebrado no dia 7. Algumas igrejas orientais, já adotam o calendário ocidental, por motivos práticos.

A Igreja russa, tanto na Rússia, como fora da Rússia, ainda adota o chamado velho estilo, apesar dos inconvenientes óbvios para a celebração das grandes festas, como Natal, Ano Novo, Epifania, Páscoa e outras. Na ceia da vigília de Natal, não se come carne, mas iguarias próprias da festa, principalmente não pode faltar o pudim de trigo (ou arroz) com mel, chamado “kutiá”, que simboliza a doçura do Reino de Deus.

Em nenhuma casa pode faltar a árvore de Natal, ornada com flores e velas, conforme um antigo costume que o Czar Pedro, o Grande, tinha trazido da Holanda, no século XVIII. A árvore de Natal (a iolka) é a única árvore que se mantém verde e viçosa, quando todas as plantas ficam adormecidas debaixo da neve. O Natal é também uma festa para as crianças, por ser a manifestação de Deus como um menino. Em todas as comunidades, organiza-se a festa da iolka para crianças, com presentes e cânticos natalinos, chamados “koliady”.

Nos 12 dias que seguem, chamados “sviátki” (dias santos), os párocos visitam e benzem as casas dos paroquianos, compartilhando com eles a alegria do Natal. Todas as tradições são religiosas. As cerimônias litúrgicas do Natal são longas e dificilmente as pessoas poderiam acompanhá-las todas, mas esta dificuldade é contornada na Rússia de hoje, onde as grandes festas são televisionadas.

Algumas igrejas, como a grega, já adotam o calendário do novo estilo (ocidental) e muitas igrejas russas no Ocidente, tendem a fazer o mesmo, mas convém lembrar que o Natal está inserido em um ciclo litúrgico, não sendo possível celebrar só o Natal junto com o Ocidente, sem alterar todo o calendário, com os quarenta dias de oração e jejum, os dias imediatos da vigília e os dias posteriores. Para celebrar o Natal no novo estilo, seria preciso adotar o calendário civil para todo o ano e abandonar o juliano.

Como os países que formavam o antigo império russo já estão hoje ligados ao Ocidente, certamente o Santo Sínodo da Igreja Ortodoxa Russa acabará unificando o calendário. Para isto terá que dar um salto (neste século 21) de 14 dias. Em países, como o Brasil, as comunidades orientais acabam celebrando um duplo Natal, o do Ocidente, e o do Oriente, já em pleno ano novo. Com esta duplicidade, é praticamente impossível atravessar as festas de Ano Novo em oração e jejum na expectativa do Natal de janeiro.


http://www.pime.org.br/mundoemissao/culturaculrusso.htm

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Jatene anuncia mais nomes de seu secretariado

Kleber Miranda - Iasep (secretário de saúde de Castanhal)
Orlando Gouveia - CPC Renato Chaves
Antonio Jose Guimaraes - Secretário de Integracao Regional
Hildegardo Nunes - Secretário de Agricultura
Cleide Amorim - Presidente da Emater
Sidney Rosa para a secretaria de Projetos Estratégicos
José Tostes Neto para a Secretaria da Fazenda.

Foi anunciado também quatro nomes da área da Segurança Pública:

Newton Atayde - Delegacia Geral.
Mário Solano - comandante Geral da Polícia Militar
Fernando Noura - Casa Militar
O Major da Polícia Militar Francisco Mota Bernardes - Superintendência do Sistema Penal (Susipe) -

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Dilma escolhe petistas para Desenvolvimento Agrário e Secretaria das Mulheres

A presidente eleita, Dilma Rousseff, convidou a deputada Iriny Lopes (PT-ES) para comandar a Secretaria das Mulheres e o deputado eleito Afonso Florence (PT-BA) para o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Os nomes foram formalizados na manhã de hoje. Os dois petistas fecham os 37 ministros que tomam posse ao lado de Dilma no dia 1º de janeiro de 2011. Nenhuma nova pasta foi criada.
Dilma também triplicou o número de mulheres: eram três, agora são nove. Manteve ainda dez ministros de Lula --sendo que alguns foram deslocados-- e reconduziu outros três que já fizeram parte da atual gestão --praticamente um terço do total.

Confira o ministério de Dilma:

PT
Guido Mantega (Fazenda)
Alozio Mercadante (Ciência e Tecnologia)
Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral)
José Eduardo Cardozo (Justiça)
Antonio Palocci (Casa Civil)
Paulo Bernardo (Comunicações)
Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio)
Miriam Belchior (Planejamento)
Ideli Salvatti (Pesca)
Maria do Rosário (Direitos Humanos)
Fernando Haddad (Educação)
Alexandre Padilha (Saúde)
Luiza Bairros (Igualdade Racial)
Tereza Campelo (Desenvolvimento Social)
Luiz Sérgio (Secretaria de Relações Institucionais)
Iriny Lopes (Secretaria das Mulheres)
Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário)

PMDB
Wagner Rossi (Agricultura)
Pedro Novais (Turismo)
Garibaldi Alves (Previdência)
Edson Lobão (Minas e Energia)
Moreira Franco (Secretaria de Assuntos Estratégicos)
Nelson Jobim (Defesa) - Cota pessoal

PR
Alfredo Nascimento (Transportes)

PDT
Carlos Lupi (Trabalho)

PP
Mário Negromonte (Cidades)

PC do B
Orlando Silva (Esporte)

PSB
Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional)
Leônidas Cristino (Portos)

Sem filiação partidária
Alexandre Tombini (Banco Central)
Helena Chagas (Comunicação Social)
Antonio Patriota (Relações Exteriores)
Izabella Teixeira (Meio Ambiente)
Ana de Hollanda (Cultura)
Luís Inácio Lucena Adams (Advocacia-Geral da União)
Jorge Hage (Controladoria-Geral da União)José Elito Carvalho Siqueira (Gabinete

Argentina condena 16 repressores da ditadura militar

ArgentApós pouco mais de um ano de julgamento, 16 torturadores da última ditadura militar (1976-83) foram condenados na noite desta terça-feira (21/12) por um tribunal de Buenos Aires. Doze cumprirão prisão perpétua e quatro, 25 anos de prisão. O único a ser absolvido foi Juan Carlos Falcón, conhecido como "Kung Fu" por dar golpes de artes marciais nos prisioneiros.

Acusados de 181 crimes, entre os quais torturas, sequestros, estupros e assassinatos, os réus atuavam nos centros de detenção clandestinos Olimpo, Club Atlético e Banco, na capital argentina, onde um total de 1,5 mil detentos circulou.

Dos réus, dez foram membros da Polícia Federal; um, agente do Serviço Penitenciário Federal; dois, agentes da polícia estrangeira; três, membros do exército e um, agente civil de inteligência.

Entre eles está o policial Julio Simón, um dos condenados à prisão perpétua. Conhecido como "El Turco", ele costumava estuprar prisioneiras na frente dos maridos. Simón dizia que “não era um monstro” e cometia a violência sexual "pela pátria".O policial se definia como "Deus da vida e da morte" e ficou famoso pelo sadismo com que torturava os prisioneiros judeus, empalados com um cabo de vassoura, e deficientes físicos, atirados do alto de escadas. Durante as sessões de tortura, o policial utilizava uma braçadeira com uma suástica, ouvia marchas alemãs e discursos gravados de Adolf Hitler. Ele participou também do seqüestro de filhos de prisioneiras políticas, entregues a militares e simpatizantes do regime. (Portal Vermelho)

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Professora da UFPA é a primeira mulher do Norte a ingressar na Academia Brasileira de Ciências

A primeira mulher da Região Norte a ingressar na Academia Brasileira de Ciências (ABC) é da Universidade Federal do Pará. Maria Paula Cruz Schneider é docente do Instituto de Ciências Biológicas da UFPA e pesquisadora da área de Genética. A cerimônia de posse dos recém-eleitos será realizada no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, no dia 3 de maio de 2011, ocasião em que a ABC estará completando 95 anos de existência. A Academia conta, atualmente, com 643 membros e tem o objetivo de atuar como sociedade científica honorífica e como consultora do governo para estudos técnicos e de política científica.

Para a mais nova representante da UFPA na ABC, professora Maria Paula, compor a Academia importa reconhecimento profissional. “Ser acadêmica é um mérito para minha carreira”, destaca a pesquisadora. Paula Schneider também comentou o fato de ser a primeira mulher da Região Norte na Entidade. “É uma honra ser pioneira especialmente neste contexto, pois esta distinção pode servir de exemplo para que mais mulheres sintam-se motivadas a buscar excelência em seu trabalho”, complementou. A representação da UFPA na ABC, segundo a professora, deve conferir maior visibilidade às pesquisas realizadas na e sobre a Amazônia.

A Academia - A ABC foi fundada em 1916 como uma entidade independente, não governamental e sem fins lucrativos. É uma das mais antigas associações de cientistas no País e reconhecidamente a mais prestigiosa dessas entidades. O foco é a interação entre os cientistas brasileiros e destes com pesquisadores de outras nações. As atividades da Academia contemplam várias ações que abrangem a realização de seminários e workshops, nacionais e internacionais, e a produção de documentos. (site da UFPA)

Dilma anuncia indicação de mais cinco ministros

A 11 dias do novo governo, a presidente eleita, Dilma Rousseff, anunciou os nomes de:
-Luiz Sérgio (Secretaria de Relações Institucionais),
-Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional),
-Leônidas Cristiano (Portos) em sua equipe.

A petista também confirmou a permanência de Jorge Hage na CGU (Controladoria-Geral da União)

Já o general José Elito Carvalho Siqueira irá substituir Jorge Armando Felix no Gabinete da Segurança Institucional.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Dilma mantém Orlando Silva no Ministério dos Esportes


O presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, informou ao Vermelho que o atual ministro dos Esportes, Orlando Silva, continuará à frente da pasta na gestão da presidente Dilma Rousseff. Ele recebeu um telefonema da governante eleita, nesta manhã, confirmando o nome do comunista na sua equipe.

Dilma escolhe irmã de Chico Buarque para Ministério da Cultura

A presidente eleita, Dilma Rousseff, convidou nesta segunda-feira a artista Ana de Hollanda, irmã do compositor Chico Buarque, para comandar o Ministério da Cultura. Ela aceitou.

Os ministros já confirmados por Dilma

PT
Guido Mantega (Fazenda)
Alozio Mercadante (Ciência e Tecnologia)
Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral)
José Eduardo Cardozo (Justiça)
Antonio Palocci (Casa Civil)
Paulo Bernardo (Comunicações)
Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio)
Miriam Belchior (Planejamento)
Ideli Salvatti (Pesca)
Maria do Rosário (Direitos Humanos)
Fernando Haddad (Educação)
Alexandre Padilha (Saúde)
Luiza Bairros (Igualdade Racial)
Tereza Campelo (Desenvolvimento Social)

PMDB
Wagner Rossi (Agricultura)
Pedro Novais (Turismo)
Garibaldi Alves (Previdência)
Edson Lobão (Minas e Energia)
Moreira Franco (Secretaria de Assuntos Estratégicos)
Nelson Jobim (Defesa) - Cota pessoal

PR
Alfredo Nascimento (Transportes)

PDT
Carlos Lupi (Trabalho)

PP
Mário Negromonte (Cidades)

PC do B
Orlando Silva (Esporte)

Sem filiação partidária
Alexandre Tombini (Banco Central)
Helena Chagas (Comunicação Social)
Antonio Patriota (Relações Exteriores)
Izabella Teixeira (Meio Ambiente)
Ana de Hollanda (Cultura)
Luís Inácio Lucena Adams (Advocacia-Geral da União)

CONSELHO DE JUVENTUDE DO ESTADO PARÁ ELEGE NOVA DIREÇÃO

Na última sexta-feira ocorreu a eleição da nova gestão do Conselho Estadual de Juventude do Pará - COJUEPA. A Assembléia que elegeu as entidades da sociedade Civil e a mesa diretora do COJUEPA ocorreu na sede da “CASA DA JUVENTUDE“ em Belém e contou com a participação da diversas entidades representativas dos mais diversos segmentos da juventude Paraense, entre elas estava presente: União Nacional dos Estudantes, Associação Carnavalesca Bole-Bole, Fórum de Juventude Negra, Instituto Elos, Pastoral da Juventude, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Benevides, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB, União de Negros Pela Igualdade – UNEGRO, Federação de Desporto Escolar do Estado do Pará, Marcha Mundial das Mulheres - MMM, Centro de Estudos e Memória da Juventude Amazônica – CEMJA, Rede Nacional de Adolescente e Jovens Vivendo com Hiv/Aids – RNAJVHA, Associação Demolei, Juventude do PMDB e a União da Juventude Socialista - UJS e várias outras importantes entidades participaram da prestigiada Assembléia .

A Assembléia contou com a presença do Coordenador de Juventude do Governo do Estado do Pará, Guilherme Abrahão que acompanhou todo o processo. Após muito debate foi eleito para presidir o COJUEPA na gestão 2011-2012 o jovem Rodrigo Ferreira de Moraes (CEMJA) e Vice-Presidente - Rafaela Rodrigues (MMM), 1 vice-presidência - Janaina Barbosa (Fórum da juventude Negra) , Secretário Geral - André Magnago, (Ordem Demolei), 1 Secretario - Alan Correa ( Associa.Carnavalesca Bole-Bole) e para a 2 Secretaria - Cesar Nogueira: (Instituto Elos).

Para Rodrigo Moraes presidente eleito do COJUEPA, a principal tarefa do conselho é dar continuidade a construção de Políticas Públicas de Juventude no Pará assim como cobrar do próximo governo a realização da Segunda Conferência Estadual de Juventude do Pará.


Rodrigo Moraes, tem 29 anos é Pedagogo, especialista em metodologia da educação superior, foi membro da executiva da União Nacional dos Estudantes – UNE e ex - Presidente Estadual da UJS.


--------------------------------------------------------------------------------

Mulheres estupradas demoram para buscar médico; é comum engravidarem e não poderem abortar

Simone, 27, foi estuprada a caminho do trabalho. Carmem, 28, indo para a casa de uma amiga. Mara, 42, quando voltava de um posto de saúde. Taís, 18, estava em um parque. Karina, 29, em casa.

Em comum, essas mulheres também compartilham o fato de terem engravidado por falta de um atendimento médico imediato após o estupro. A anticoncepção de emergência, se usada até 72 horas após a relação sexual, pode evitar a gravidez.

Um estudo inédito do Hospital Pérola Byington mostra que essa é a realidade de 88,9% das grávidas vítimas de estupro atendidas em um projeto da instituição Bem-Me-Quer, que oferece ajuda médica e psicológica, informa reportagem de Cláudia Collucci, publicada na edição desta segunda-feira, da Folha. (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

Para o ginecologista Thomaz Gollop, coordenador do Grupo de Estudos sobre Aborto, as mulheres ainda não têm noção de seus direitos e temem procurar ajuda.

'Há também uma questão vinculada à vergonha que impede a mulher de revelar a violência praticada contra ela. Quando engravidam, escondem a gravidez e só procuram assistência quando ela é claramente evidente.

Foram avaliadas 936 mulheres ao longo de 15 anos do projeto: 65% optaram pelo aborto. O restante (326) não fez o procedimento porque não houve aprovação para o aborto (60,7%) ou porque a gestante desistiu de interromper a gravidez.

Segundo a psicóloga Daniela Pedroso, a maioria dos casos de não aprovação (39%) do aborto ocorreu em razão de a idade gestacional estar acima da prevista pelo serviço de saúde --após a 22ª semana de gravidez ou com o feto pesando mais do que 400 gramas.

PERFIL DA MULHER ESTUPRADA QUE ENGRAVIDA EM SÃO PAULO
Por Grupo Etário

.........................Fez aborto Não Fez
6 crianças ............... 67% ...................33%
174 adolescentes ......... 57% .................. 43%
426 adultos .............. 69% .................. 31%
(Fonte UOL)

MinC compra acervo de Glauber Rocha para abri-lo ao público


O ministro Juca Ferreira formaliza nesta segunda, dia 20, a compra do acervo do cineasta brasileiro Glauber Rocha pelo Ministério da Cultura. A ideia é organizá-lo, restaurá-lo e abri-lo ao acesso público. O investimento foi de R$ 3 milhões.

Após a solenidade, que será realizada às 20h, no Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha, em Salvador, haverá uma sessão especial e gratuita da cópia restaurada de "Leão de Sete Cabeças", primeiro filme de Rocha realizado fora do Brasil. Inédito nos cinemas do país, o filme expõe o colonialismo europeu sobre a África e as tentativas do povo nativo em se libertar desse domínio.

O acervo, que estava sob os cuidados da família de Rocha na instituição Tempo Glauber, é composto dos 22 filmes feitos por Glauber, além de 80 mil documentos, que incluem sua correspondência pessoal, roteiros de filmes, peças de teatro, poemas e romances. Deste total, 223 roteiros e projetos de livro permanecem inéditos.

“Glauber Rocha sempre repercutirá na Cultura brasileira exatamente pela transcendência da sua obra filmográfica", declarou o ministro Juca Ferreira, em nota distribuída à imprensa. (entretenimento@eband.com.br)

MEC prepara kit anti-homofobia e provoca reação

Ele nasceu a partir da constatação de que as escolas brasileiras são, em geral, ambientes hostis para adolescentes homossexuais. Foi desenvolvido com a proposta de ajudar a contornar o problema, e recebeu o sugestivo nome de Kit contra a homofobia. A previsão é que sua distribuição ocorra inicialmente em 6 mil escolas públicas a partir do ano que vem. Mesmo sem ter sido lançado pelo Ministério da Educação (MEC), o material didático, contendo cartilha, cartazes, folders e cinco vídeos educativos, já provoca discussões inflamadas.

Terreno democrático por excelência, a internet se transformou em púlpito para os que apoiam e para os que repudiam o kit, que ganhou a pecha de "Kit Gay". O debate está mobilizando redes sociais, blogosfera e até virou tema de abaixo-assinados virtuais - contrários e favoráveis ao material. Catalisou a polêmica a declaração do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) - o mesmo que sugeriu "couro" para corrigir filho "meio gayzinho" -, que, em sessão realizada no Plenário da Câmara, atacou a iniciativa. O parlamentar também fez um apelo aos colegas de Casa para que impedissem a circulação do kit. (Do Terra Magazine)

sábado, 18 de dezembro de 2010

Lula faz emocionada despedida do cenário internacional na cúpula do Mercosul

Os presidentes do Mercosul se despediram de forma emocionada nesta sexta-feira do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que participou de sua última grande reunião internacional, ao mesmo tempo em que pediram a ele que continuasse representando a região quando deixar o poder.

"Esta cúpula é um marco na evolução do Mercosul e tem um significado especial por ser o último compromisso da agenda internacional para mim como presidente", afirmou Lula a seus colegas da região e convidados de países como Austrália, Nova Zelândia, Emirados Árabes e representantes da Autoridade Nacional Palestina.

Lula disse ter vivido muitas alegrias em sua relação com os chefes de Estado, mas nenhuma como a experiência com o Mercosul.

"Em duas décadas, conseguimos fazer do Mercosul um projeto histórico de integração política e social", afirmou.

"Juntos formamos um dos maiores espaços democráticos do mundo", acrescentou.

Lula também comentou a informação divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que o desemprego no Brasil atingiu a taxa de 5,7%, a menor da série histórica iniciada em março de 2002.

"Eu não achava que estaria vivo ao receber uma notícia como essa", comemorou.

Depois do discurso e dos aplausos de pé, todos os presidentes dos países membros do bloco - Argentina, Paraguai, Uruguai-, dos Estados associados - Chile e Bolívia -, e representantes da Venezuela (em processo de adesão) homenagearam o anfitrião da cúpula.

O boliviano Evo Morales, o mais efusivo em suas palavras, disse que Lula "merece ser secretário-geral das Nações Unidas". "Ele deve ser o candidato da América a secretário-geral das Nações Unidas", insistiu.

Lula descartou em várias ocasiões buscar este cargo que, segundo ele, é para burocratas.

Morales também expressou sua 'inveja' pela popularidade de Lula, que tem 87% da aprovação em sua gestão a duas semanas de entregar o poder a Dilma Rousseff.

"Quem não gostaria de ter essa popularidade", perguntou.

A argentina Cristina Kirchner, por sua vez, disse que a reunião era um apenas "até breve, Lula", e o paraguaio Fernando Lugo expressou sua "gratidão e respeito em relação a um grande estadista".

O uruguaio José Mujica disse que Lula tem ainda muito a fazer.

"Sem título, é nosso embaixador plenipotenciário no concerto esse mundo. Estas coisas não são designadas, a vida as cria", afirmou. Mais tarde, Mujica fez um gesto apresentando Lula a seus colegas como "o Senhor Mercosul".

Já o presidente chileno Sebastián Piñera recordou a despedida do rei do futebol Pelé no Maracanã e se empolgou: "Fica Lula! Fica!".

Piñera recordou uma citação do dramaturgo alemão Bertolt Brecht sobre homens "que lutam toda a vida, esses são imprescindíveis. Hoje podemos dizer, sem dúvidas, que Lula é um desses homens imprescindíveis para a América Latina e para o mundo".

Ao término do evento, Lula transferiu a presidência pro tempore do bloco para Lugo, o convidou para sua cadeira e, entre risos, pegou para si o letreiro com a palavra "Brasil" e a pequena bandeira de seu país que, como cada presidente, tinha a seu lado.

Ao ceder seu lugar a Lugo, deu um sonoro beijo na cabeça do presidente paraguaio.

A primeira participação de Lula nas cúpulas presidenciais do Mercosul foi em 18 de junho de 2003, em Assunção, e já em seu primeiro discurso fez um apelo a seus pares da região para que consolidar "o Mercosul que os povos querem, com uma dimensão mais humana".

O presidente entregará o poder em primeiro de janeiro a Rousseff, sua candidata eleita no segundo turno de novembro.

De Mauricio Rabuffetti (AFP)

Eleição para o senado no Pará

Nesta semana, tivemos a votação no TRE, da representação do PMDB, que pedia uma nulidade das eleições para o senado no Pará. O motivo alegado é que o número de votos de Jader e Paulo Rocha juntos supera os 50%, o que provocaria nova eleição. O resultado foi 3X2 pela validação da eleição.

Eu pessoalmente votei em Jader e Paulo Rocha, não tive a intenção de anular o meu voto, mas acabaram anulados.....ou não validados ????

Bem, gostaria de votar novamente, eleger os senadores que representarão o Pará........Mas isso é a minha opinião. Qual a sua opinião camaradas ?????????????? Deixem seus comentários..


Alan Pereira - Sec. Municipal de Comunicação

PS: O blog do Açaí esta cada vez melhor, tivemos picos de 31 pessoas acessando o blog entre 18 e 19h

Construção de sede da UNE se inicia com presença de Lula


Na próxima segunda-feira (20), às 16h, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitará o terreno da antiga sede da UNE e da UBES, na Praia do Flamengo, 132, no Rio de Janeiro. Ele estará acompanhado do governador do Rio Sérgio Cabral e do prefeito Eduardo Paes. O espaço abrigou o prédio da UNE e UBES até 1964, quando foi invadido e incendiado pela ditadura, sendo posteriormente derrubado. Em 2007, os estudantes recuperaram o terreno.


Lula, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes participarão do ato de lançamento da pedra fundamental que dará início à construção do novo prédio das entidades estudantis. “É uma data especial para os estudantes brasileiros. Esperamos muito tempo para podermos colocar de pé novamente essa que já foi chamada de ‘a casa do poder jovem’ e a ‘casa da resistência democrática’”, falou o presidente da UNE, Augusto Chagas.

União pode retomar 90 mil km2 de terras de posseiros na Amazônia

Uma área na Amazônia de aproximadamente 90 mil quilômetros quadrados - o equivalente a 60 vezes a cidade de São Paulo - poderá ser retomada pela União. Isso porque seus atuais ocupantes não se apresentaram para cadastramento no programa de regularização fundiária do governo.

Ao final da primeira etapa de cadastramento dos posseiros, que alcançou 84,2 mil ocupações desde 2009, o Ministério do Desenvolvimento Agrário lançará uma convocação aos ocupantes de áreas mais consolidadas de exploração econômica na Amazônia e também nas bordas da região mais preservada da floresta, além de uma área menor no chamado "coração" da floresta.

A avaliação é de que os atuais ocupantes de 30% da área alcançada nessa primeira etapa da regularização fundiária não se apresentaram ao cadastramento do Terra Legal, calcula o coordenador do programa, Carlos Guedes. "Depois do processo de chamada compulsória, o governo vai retomar as áreas", disse.

As terras retomadas serão destinadas a novas unidades de conservação do bioma ou serão usadas para compensar passivos ambientais de assentamentos de reforma agrária na região, prevê proposta em discussão no governo, a que o Estado teve acesso.

Prefeito de Macapá (AP) é preso pela Polícia Federal

O prefeito de Macapá (AP), Roberto Góes (PDT), foi preso pela Polícia Federal na manhã deste sábado, por volta das 6h, em sua casa. A prisão é mais uma etapa da Operação Mãos Limpas, da Polícia Federal, que investiga um suposto esquema de desvio de verbas federais no Amapá por políticos, funcionários públicos e empresários do Estado.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Há 25 anos bala do latifúndio matava sindicalista João Canuto


Dia 18 de dezembro de 1985 foi barbaramente assassinado o líder sindical João Canuto em Rio Maria a mando dos latifundiários.

João Canuto além sindicalista era militante ativo do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) defensor da reforma agrária, da justiça social no campo e na cidade e do socialismo, tendo concorrido à prefeitura municipal de Rio Maria em 1982 pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) na corrente progressista onde se aglutinava os militantes de esquerda, perdendo a eleição para Laranjeira por meio da “fraude incontestável” no referido processo eleitoral em favor do representante das elites latifundiárias.

O assassinato de João Canuto representou mais do que a eliminação de um líder sindical, perdeu-se uma grande liderança política e ativista comunista da classe trabalhadora rural da região sul do Pará e do Brasil. Morreu João Canuto, mas não suas idéias e a luta pela reforma agrária e pela apuração e condenação dos pistoleiros e mandantes de seu assassinato, sendo uma luta que mobilizou diversas entidades de direitos humanos nacionais e internacionais inclusive a OEA. No entanto, a morosidade da justiça paraense, principalmente, no que diz respeito às investigações do caso leva-nos a duvidar da imparcialidade destes agentes. (Por Cleber Rezende)

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Os 34 anos da Chacina da Lapa


A Chacina da Lapa ou Massacre da Lapa (16 de dezembro de 1976) foi uma operação do exército brasileiro no comitê central do PCdoB - localizado na Rua Pio XI, nº 767, no bairro da Lapa em São Paulo - que culminou com a morte de três dos dirigentes do partido. Na ocasião o partido era mantido de maneira clandestina em função da proibição imposta pelo regime militar.

A operação foi possível pela traição de Jover Telles, membro do CC, que fora cooptado pela repressão desde há muito. João Baptista Franco Drummond, preso no dia anterior, à tarde, após sair da casa é levado ao DOI/CODI e assassinado, sob tortura, na madrugada. Ângelo Arroyo e Pedro Pomar,sem esboçar qualquer reação, foram mortos na incursão e mais cinco integrantes - Elza Monnerat, Haroldo de Lima, Aldo Arantes, Joaquim de Lima e Maria Trindade foram presos e torturados.Consegue escapar da prisão José Novaes.João Amazonas escapa por estar cumprindo tarefa em viagem internacional.

Para lembrar os 34 anos da Chacina da Lapa neste 16 de dezembro de 2010, a Fundação Maurício Grabois publica uma série de artigos que constituíram livro especial sobre o tema lançado em 2006, quando o episódio completava 30 anos.

Dentre tantas reflexões a se suscitar sobre a Chacina da Lapa "é preciso mostrar às novas gerações a dimensão e o papel que teve a resistência ao regime militar. Tal resistência consegue mobilizar forças significativas, sobretudo da juventude, num momento de grandes dificuldades para o povo e para a pátria", escreveu o presidente do PCdoB, Renato Rabelo, em seu artigo.

Nova Revista Princípios: A cultura brasileira mostra sua cara



Já está em circulação a nova edição da revista Princípios, de número 110, voltada à temática da cultura brasileira. Marca da identidade nacional, ela viceja por sua força e diversidade e ganha mais visibilidade pelo apoio de políticas públicas.

Para adquirir: livraria@anitagaribaldi.com.br Fone(11) 3129.5026

Publicação sobre o Zoneamento Ecológico do Pará

O secretário de Estado de Projetos Estratégicos, Marcílio Monteiro, lança amanhã a publicação sobre o Zoneamento Ecológico-Econômico da Zona Leste e Calha Norte do Pará, às 10h, no Museu da UFPA, na Av. Governador José Malcher, em Belém.

Segundo a SEPE, “O Zoneamento Ecológico-Econômico é um instrumento de planejamento estratégico direcionado para o ordenamento territorial, que estabelece medidas e padrões de proteção ambiental, destinados a assegurar o uso integrado dos recursos naturais e a conservação da biodiversidade, garantindo o desenvolvimento sustentável e a melhoria das condições de vida da população.”

Os estudos técnicos que serão apresentados foram elaborados por 121 pesquisadores do Museu Emílio Goeldi, Embrapa, UFPA, UFRA e IBGE. Expõem indicadores de biodiversidade, solos, aptidão agrícola e cobertura da terra, vegetação, geomorfologia, geologia, clima, socioeconomia e potencial pesqueiro e qualidade da água.

O ZEE da Zona Leste e Calha Norte engloba 110 municípios (cerca de 406 mil Km² do território estadual). Durante o evento, a Sepe também disponibilizará a segunda edição da publicação que trata do ZEE da Zona Oeste. (Fonte: blog da Franssinete Florenzano e site da SEPE-PA)

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Niemeyer completa 103 anos


Oscar Niemeyer completa 103 anos. Acima uma de suas últimas obras, o Complexo Administrativo Tancredo Neves sede do Governo do Estado de Minas Gerais.

Combate ao crack é lento na Região Norte, aponta pesquisa


O crack está presente em 98% dos municípios brasileiros, de acordo com pesquisa divulgada nesta terça-feira (13) pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). No entanto, as ações de combate à droga, não correspondem à rapidez com que o entorpecente se espalhou pelo país.

Na região Norte, as ações de combate ainda são insuficientes. Dos 449 municípios da região, apenas 259 responderam ao questionário aplicado pela CNM. Desses, 45% afirmaram ter algum tipo de ação de combate à droga. Entre as ações questionadas pela CNM estão campanhas, mobilização da população, atendimento a familiares e amigos de dependentes, capacitação de educadores e agentes de saúde, ações de combate ao tráfico, entre outras.

Para o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, a falta de ações não reflete no baixo número de usuários de crack no Brasil. “No total, 98% dos municípios disseram ter contato com o crack, isso quer dizer que ele já está universalizado no Brasil”, afirma.

Ziulkoski acredita que o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras drogas, lançado em maio pelo governo federal, deixa de lado boa parte da população brasileira. A ação só abrange municípios com mais de 20 mil habitantes. “Podemos dizer que no Brasil não existe nenhum programa a nível federal que combata o uso de drogas. Tivemos esse plano integrado que foi lançado em maio e extinto em 29 de novembro”, explicou o presidente. (Raíssa Gomes, do Portal Amazônia)

Ex-embaixador dos EUA afirma que Pará parece o 'Velho Oeste'

Danilovich, ex-embaixador dos EUA no Brasil (2004-2005), afirmou em telegramas diplomáticos que o Pará se parece "com a imagem popular do Velho Oeste": "isolado, pouco povoado" e uma terra "sem lei".

A visão é expressa em relatos sobre a morte da missionária Dorothy Stang, americana naturalizada brasileira. (Uirá Machado-UOL)

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Governo do Pará garante água para 100 mil em Ananindeua

Pelo menos 100 mil moradores de três bairros de Ananindeua, na região metropolitana de Belém, serão beneficiados pelas novas estações de tratamento de água, inauguradas pela governadora Ana Júlia Carepa, nesta segunda-feira, 13. Além das estações, o município ganhou uma adutora para garantir maior qualidade na água servida à população.

A primeira inauguração foi a Estação de Tratamento de Água do Coqueiro. Um investimento de R$ 1,3 milhão, que vai atender 24 mil pessoas. A segunda ETA inaugurada foi a do Paar, onde foram gastos R$ 4,8 milhões, para quase 56 mil moradores. A última ETA inaugurada foi a do Centro de Ananindeua, para beneficiar cerca de 20 mil pessoas, com um investimento de R$ R$ 1,9 milhão.

Com as Estações, a água passa por um processo de tratamento mais rigoroso. As três obras foram executadas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), governo estadual e FGTS. Dezenas de lideranças dos bairros atendidos pela Cosanpa participaram das inaugurações. (Agencia Pará)

Luiz Gonzaga comemoraria 98 anos nesta segunda – comemoração em Recife


3° semana Luiz Gonzaga oferece aos fãs do artista shows, oficinas, aulas-espetáculos, palestras e mostra de cinema; todas as atividades são gratuitas

Depois das celebrações em Exu, terra natal do cantor, é a vez do Recife render homenagens ao rei do baião. A partir dessa segunda, 13, data em que o cantor comemoraria 98 anos, até a próxima quinta-feira (16), o Memorial Luis Gonzaga programou uma extensa agenda que inclui shows, oficinas, palestras e mostra de cinema.As atividades ocorrem em diferentes bairros da cidade, além da sede do Memorial, que ainda abriga um dos maiores acervos do Brasil sobre a história de Luiz Gonzaga, em exposição permanente.
No local, além de fotos e objetos pessoais, é possível conferir a obra musical completa de Gonzaga, que é composta de 625 canções.

O lançamento do livro O Rei e o Baião, do artista plástico, poeta e compositor Bené Fonteles, será realizado hoje à noite, na cidade de Recife. A data marca a abertura da Exposição Viva Luiz! que culminará, no dia 29 de dezembro, com o lançamento oficial das obras do Cais do Sertão Luiz Gonzaga. A exposição se estende até 12 de janeiro, na Torre Malakoff, em Recife, sob a organização e curadoria do próprio Bené Fonteles.

Breno Silveira, diretor de 2 filhos de Francisco, já anunciou que prepara um novo longa-metragem, Gonzaga de Pai para Filho, mostrando a trajetória de ambos, Gonzagão e Gonzaguinha. Ele pretende começar a filmar em breve, lá mesmo, em Exu, terra natal de Luiz Gonzaga. O trabalho, que contaria com trilha sonora recheada de grandes nomes da MPB, além do próprio compositor pernambucano, deve ser lançado em 2012, quando será celebrado o centenário de Luiz Gonzaga.

Fundador do WikiLeaks faz acusações antes de audência em Londres

Julian Assange, fundador do WikiLeaks, acusou as empresas que deixaram de prestar serviços ao seu site de estarem a serviço da política externa dos EUA, e pediu ajuda para que seu trabalho seja protegido de "ataques ilegais e imorais".

Assange está preso na Grã-Bretanha, de onde poderá ser extraditado para a Suécia para responder por acusações de crimes sexuais, os quais ele nega ter cometido. Numa audiência ainda nesta terça-feira, seus advogados vão pedir a libertação sob pagamento fiança.

O site criado por ele enfureceu os EUA ao começar a divulgar cerca de 250 mil comunicações diplomáticas sigilosas, que causaram constrangimento para Washington e outros governos.

Em conversa com sua mãe na prisão britânica, ele disse que não vai se intimidar. "Minhas convicções são firmes. Continuo firme aos ideais que expressei. As circunstâncias não irão abalá-los", disse Assange, de 39 anos, segundo nota entregue por sua mãe, Catherine, a uma TV australiana.

"Sabemos agora que Visa, Mastercard, Paypal e outras são instrumentos da política externa dos EUA. Não é algo que sabíamos antes", disse Assange. "Estou pedindo ao mundo para que proteja meu trabalho e minha equipe desses ataques ilegais e imorais."

Na semana passada, simpatizantes de Assange realizaram pela internet a "Operation Payback" ("Operação Troco"), tirando do ar os sites da Visa, Credicard e do governo sueco.

Mas o advogado de Assange, Mark Stephens, sugeriu que seu cliente discorda desses ataques. "Quando eu disse a Julian sobre os ciberataques... ele disse: 'Olhe, já fui alvo de ciberataques. Acredito na liberdade de expressão, não acredito em censura, e claro que os ciberataques são justamente isso", afirmou Stephens na terça-feira ao canal Sky News.

Segundo o advogado, Assange fica isolado na cadeia "vinte três horas e meia por dia". "Ele não tem acesso a jornais, televisão ou outros dispositivos noticiosos; não recebe correspondência, está submetido às mais insignificantes formas de censura", afirmou.

Assange e seus advogados já manifestaram temores de que promotores dos EUA queiram indiciá-lo por espionagem por causa dos vazamentos do WikiLeaks.

(Reportagem adicional de Michael Perry)
Yahoo. notícias

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

resistir.info

Não deixem de visitar o portal português: resistir.info. É uma fonte importante de informações com artigos teóricos de analistas, cientistas e organizações políticas de todo o mundo sobre a luta dos povos pela sua emancipação.

POVOS DA EUROPA: LEVANTEM-SE


Apelo do Partido Comunista Grego, contra a onda neo-liberal que atinge os povos da Europa.

Foguete brasileiro é lançado com sucesso

Foi lançado ao ar com sucesso neste domingo, 12, do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, o foguete de médio porte VSB-30.

Desenvolvido por técnicos brasileiros, o veículo foi projetado para ter uma autonomia de voo de 250 quilômetros e carregar até 400 quilos.

Inicialmente, o lançamento do VSB-30 estava previsto para as 10h de hoje (11h de Brasília), mas segundo a assessoria de imprensa da CLA, por conta de uma questão técnica, o lançamento ocorreu às 12h30 no horário local (13h30 de Brasília).Apesar de ter autonomia de 250 quilômetros de voo, o foguete brasileiro percorreu uma distância de 100 quilômetros de altitude, levando dez experimentos de universidades, institutos de pesquisas e alunos do ensino fundamental que integram os programas desenvolvidos pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), para serem submetidos a testes no ambiente de microgravidade, que se encontra a partir dos 100 quilômetros de altura.

Por volta das 15h (de Brasília), depois do sucesso de lançamento e retorno do BSB-30 à Terra, foi iniciado o processo de recuperação da carga útil do foguete. Ou seja, os dez experimentos que foram submetidos ao ambiente de microgravidade caíram no mar e estão sendo resgatados numa operação que envolve helicópteros da Aeronáutica.

PCdoB avalia o resultado das eleições

Após um longo processo de debates envolvendo das direções estadual e municipais, aos candidatos e bases do Partido o PCdoB aprova por unanimidade um documento que apresenta sua avaliação do processo eleitoral e as perspectivas para o futuro.

A reunião da direção estadual foi ampliada com a participação dos candidatos da última eleição e aconteceu no último final de semana.

O documento será finalizado com as emendas apresentadas ao longo do debate para ampla divulgação nas bases partidárias e na sociedade.

sábado, 11 de dezembro de 2010

SE REZAR, MORRE !

Chegou um cara no bar e gritou:- Me dá uma pinga!

O balconista encheu o copo e advertiu:- Aqui todo mundo que toma pinga joga um pouco no chão e oferece pro santo!O freguês deu uma banana com o braço.- Aqui, ó! Pro santo eu dou uma banana!No mesmo instante o braço do cara endureceu de tal forma que não se mexia.

- O que aconteceu? - gritou o homem, desesperado.- O senhor ofendeu o santo e ele te castigou.Mas como é a primeira vez que o senhor vem ao bar, vou resolver isso.O balconista chamou todos os fregueses e pediu que rezassem.O braço do sujeito foi voltando ao normal.

Um velhinho viu tudo e ficou impressionado.Foi ao balconista e pediu uma pinga e tomou tudo de uma vez.O balconista perguntou:- E pro santo?

O velhinho abaixou as calças e tirou o bilau pra fora:- Aqui pro santo...! O danado endureceu na hora..

O velhinho sacou uma arma e gritou:- Se alguém rezar aqui, MORRE!!!

Bebê indígena nasce com 7,1 quilos no Amazonas

Uma índia da etnia munduruku deu à luz uma menina de 7,1 quilos em Nova Olinda do Norte, no Amazonas, na terça-feira (7). As duas passam bem.

O bebê, que mede 60 centímetros, nasceu em uma cesariana e é saudável. A médica Romenia de Brito afirmou que a menina tem saúde perfeita e se trata de um caso de macrossomia fetal. Os médicos chegaram a desconfiar que a mãe tinha diabetes, o que não foi comprovado.

A mãe, Rosinete Brasil Cardoso, de 42 anos, vive na aldeia Kuatá perto do município de Borba. Mãe de dez filhos, ela conta que outras duas crianças nasceram com peso elevado, com 6 e 5,6 quilos. (Fonte: G1)